Mitos e verdades sobre o clareamento dental

Com o tempo, os dentes tendem a escurecer, mas a boa notícia é que há tratamento para deixá-los branquinhos

Todo mundo quer ter dentes de capa de revista para dar um “up” na aparência. Às vezes, para chegar ao resultado desejado, é preciso recorrer ao clareamento dental. Nos últimos tempos, ele vem despontando como um dos tratamentos mais populares em todo o país.

Existem dois tipos de clareamento dental e um tratamento integrado. Veja só:

– Caseiro: como o nome diz, é realizado em casa, mas com acompanhamento do dentista. No consultório, as arcadas do paciente são moldadas para a confecção de finas moldeiras em silicone. Antes de dormir, o paciente coloca gel clareador à base de peróxido de hidrogênio nas moldeiras e as posiciona sobre as arcadas.

– A laser: feito exclusivamente no consultório por sessões. O tratamento utiliza luz para que sejam ativados os cristais do gel clareador, que contém o mesmo princípio ativo do gel para as moldeiras.

– Caseiro + laser: para melhores resultados, é comum que o dentista indique o tratamento integrado, sendo o caseiro uma complementação do tratamento a laser no consultório.

Agora que você já conhece os tipos mais comuns de clareamento dental, que tal sanar algumas dúvidas?

Mitos e verdades do clareamento dental

– O clareamento enfraquece os dentes

Mito. Pode ficar tranquilo! Os produtos usados para o clareamento dental não deterioram a estrutura dental, apenas removem o pigmento corante que dá ao dente o aspecto escurecido.

– O clareamento dental pode causar sensibilidade

Incômodos e sensibilidades passageiras podem em alguns pacientes ocorrer devido aos produtos utilizados durante o clareamento. E esse é um grande motivo para jamais fazer este tipo de tratamento sem supervisão profissional.

– Durante o clareamento, é preciso evitar alguns alimentos

Em partes. Alimentos que contenham excesso de corantes devem ser evitados ao máximo, para que não comprometam o tratamento. O ideal é ficar longe do excesso de cafés, sucos, vinhos e molhos.

– Fumantes não devem fazer clareamento

Mito. É claro: o ideal é parar de fumar. Organismo e saúde bucal agradecem! Entretanto, o clareamento não é proibido para fumantes, mas é preciso salientar que os dentes podem voltar a amarelar com mais rapidez.

– Limão e água oxigenada clareiam os dentes

Mito. Fuja das receitas caseiras de internet. Elas podem ser extremamente nocivas à saúde bucal.

– Algumas pessoas clareiam os dentes mais rápido

Verdade. Cada paciente tem suas especificidades. Alguns tratamentos obtêm resultados mais rapidamente, outros levam um pouco mais de tempo. No entanto, todos podem realizar o tratamento, sempre com supervisão profissional.

– O resultado fica artificial

Mito. Lembra quando dissemos mais acima que os produtos clareadores apenas removem o pigmento que torna o dente escurecido? Então o resultado será um tanto quanto natural.

Lembre-se: para não ter nenhuma surpresa desagradável, o segredo é não iniciar quaisquer tratamentos por conta própria. Recorra a um dentista Odonto Med Brasil e fique tranquilo: seu sorriso estará em boas mãos!